Abej manifesta apoio ao professor Felipe Boff e repudia ataques à liberdade de expressão

- 08/03/2020 | 22:21:00

A Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo (ABEJ) vem a publico manifestar apoio ao professor Felipe Boff e reiterar seu compromisso na luta  pela liberdade de expressão. Na noite de sábado, dia 7 de março, durante solenidade de formatura do curso de Jornalismo da Unisinos, enquanto discursava na condição de paraninfo da turma, Felipe Boff sofreu tentativa de cerceamento de fala, por parte da plateia. Aos gritos e xingamentos, alguns presentes tentaram impedir que o professor lembrasse os sucessivos casos de violência que a categoria tem sofrido, muitos proferidos pelo presidente Jair Bolsonaro, conforme comprovam os  dados apresentados pela Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ).  Os seguranças da Universidade tiveram que escoltar o professor Felipe na saída do auditório.

A violência por que passou Felipe é preocupante, não apenas por se tratar de um ataque à liberdade de expressão, garantida pela Constituição Federal e base de qualquer sociedade democrática, mas por ter sido realizada no contexto de colação de grau de uma Universidade. Isto lembra do nosso compromisso como docentes de Jornalismo, para aprofundarmos os debates em sala, em nossos projetos de pesquisa e extensão, sobre a importância da profissão como guardiã de um estado democrático, justo e igualitário, livre de coações de qualquer natureza, seja de personalidades públicas ou de alguns desinformados.

Reiteramos nossa solidariedade ao professor Felipe Boff e aos colegas do curso de Jornalismo  da Unisinos.

Diretoria Abej - 2018-2020