As novas Diretrizes Curriculares Nacionais e a formação do jornalista para a cidadania

  • Jessica Bazzo
  • Claudomilson Braga
Palavras-chave: Cidadania. Comunicação. Currículo. Ensino de Jornalismo. Jornalismo.

Resumo

Este artigo analisa como os cursos de graduação em Jornalismo no Brasil têm incorporado a formação para a cidadania preconizada nas novas Diretrizes Curriculares Nacionais. Para isso, realizou-se uma pesquisa exploratória com base nos Projetos Pedagógicos de Curso de 28 universidades públicas, identificando-se as estratégias adotadas em cada Instituição de Ensino Superior para formar jornalistas como agentes da cidadania; e isso tendo em vista as mudanças no papel do jornalista mediante seus desafios atuais, os quais transcendem a ética da profissão e colocam o acesso à informação e a comunicação como direitos sociais.

Biografia do Autor

Jessica Bazzo

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Claudomilson Braga

Doutor,  professor de cursos de graduação e especialização e do mestrado em Comunicação da UFG.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Instituições de educação superior e cursos cadastrados. Disponível em: <http://emec.mec.gov.br/>. Acesso: 14 set. 2018.

CALDAS, Maria das Graças Conde. Ética e cidadania na formação do jornalista. Revista Comunicação & Sociedade, São Bernardo do Campo, ano 27, n. 44, p. 85-101, 2. sem. 2005. Disponível em: <https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/CSO/article/view/3942>. Acesso em: 6 jan. 2018.

DUARTE, Márcia Yukiko Matsuuchi. Comunicação e Cidadania. In: DUARTE, Jorge. (Org.). Comunicação Pública: Estado, mercado, sociedade e interesse público. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009. p. 95-115.

LIPPMANN, Walter. Opinião pública. Trad. e pref. Jacques A. Wainberg. 2. ed. 3. reimp. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017.

MELO, José Marques de. Desafios do Ensino do Jornalismo no século XXI. In: ALMEIDA, Fernando Ferreira; SILVA, Robson Bastos da; MELO, Marcelo Briseno Marques de (Org.). O ensino de comunicação frente às Diretrizes Curriculares. São Paulo: INTERCOM, 2015. 203 p. Disponível em: <http://fasam.edu.br/wp-content/uploads/2016/07/Ensino-de-Comunica%C3%A7%C3%A3o-frente-%C3%A0s-Diretrizes-Curriculares.pdf>. Acesso em: 31 jul. 2018.

MELO, José Marques de. História do Jornalismo: Itinerário crítico, mosaico contextual. São Paulo: Paulus, 2012.

OROZCO GÓMEZ, Guillermo. Educomunicação: recepção midiática, aprendizagens e cidadania. Tradução Paulo F. Valério. São Paulo: Paulinas, 2014.

PEREIRA, Fábio Henrique; MAIA, Kênia. O jornalista brasileiro face ao fim da obrigatorie-dade do diploma para exercício da profissão: reagenciamento do repertório de legitima-ção profissional. Trabajo y Sociedad, Santiago del Estero, Argentina, n. 26, p. 35-50, verão 2016. Disponível em: <http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=387343599003>. Acesso em 14 set. 2018.

RAMOS, Murilo César. Comunicação, direitos sociais e políticas públicas. In: MARQUES DE MELO, J.; SATHLER, L. Direitos à Comunicação na Sociedade da Informação. São Bernardo do Campo, SP: Umesp, 2005.

SIGNATES, Luiz; MORAES, Ângela. A cidadania como comunicação: estudo sobre a especi-ficidade comunicacional do conceito de cidadania. In: SIGNATES, Luiz; MORAES, Ângela (Org.). Cidadania Comunicacional: teoria, epistemologia e pesquisa. Goiânia: Gráfica UFG, 2016. 256p.

TRAQUINA, Nelson. Teorias do Jornalismo, porque as notícias são como são. 3. ed. Florianópolis: Insular, 2018.

ZUCULOTO, Valci. O profissional de jornalismo no Brasil contemporâneo – trajetória, atua-ção e necessidades da e para formação. In: ALMEIDA, Fernando Ferreira de; CARRILHO, Kleber; BASTOS, Robson (Org.). Fórum Ensicom: realidades e perspectivas do ensino de comunicação no Brasil. 1. ed. São Paulo: INTERCOM, 2017. 100-116p.

Publicado
2018-12-27
Seção
Artigos