http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/issue/feed Revista Brasileira de Ensino de Jornalismo 2020-01-06T13:00:06-03:00 Guilherme Carvalho guilhermegdecarvalho@gmail.com Open Journal Systems <p>A Revista Brasileira de Ensino de Jornalismo (REBEJ) é uma publicação científica da Associação Brasileira de Ensino em Jornalismo (ABEJ) (www.abejor.org.br/). O periódico é editado em formato digital semestralmente desde 2007. No sistema Qualis a REBEJ está classificada como B3 na área de Comunicação e Informação.</p> <p>A REBEJ prioriza a difusão de conhecimentos produzidos por professores, pesquisadores e cursos de Jornalismo. A cada edição, a REBEJ se propõe a reunir textos, por afinidade temática, destinados às seções de artigos, comunicações e recensões, visando divulgar e promover perspectivas críticas fundamentadas em áreas interdisciplinares do ensino de Jornalismo, tais como Jornalismo e Educação, Jornalismo e Políticas Públicas, Jornalismo e Tecnologias ou Jornalismo e Linguagem.</p> <p>As submissões devem ser realizadas pelo sistema, mediante cadastro, seguindo as "Diretrizes para autores". A seleção de trabalhos a serem publicados em cada edição é realizada por pares sem a identificação do autor.</p> http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/357 Apresentação 2020-01-06T12:36:40-03:00 guilhermegdecarvalho@gmail.com mebrono@gmail.com mantonioli@espm.br <p>Em uma conjuntura marcada por incertezas nos rumos da pesquisa no Brasil, na qual se inclui especialmente as ligadas ao jornalismo, decorrente, sobretudo, de um cenário político bastante adverso, a Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo (ABEJ), alia-se aos interessados na promoção do conhecimento com a certeza de que os periódicos científicos cumprem imprescindível papel para o bem do jornalismo a da sociedade.</p> <p>Compreendendo que a Revista Brasileira de Ensino de Jornalismo (REBEJ) é a materialização destes objetivos, nesta edição, a de número 25, trazemos quatro artigos, seis relatos de experiência, uma resenha e uma entrevista, mantendo a temática acerca do ensino de jornalismo. A coletânea é marcada pela diversidade geográfica, mantendo autorias com título de doutorado em todas as publicações.</p> 2019-12-24T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/318 Jornalismo em tempos de populismo político-midiático 2019-12-24T19:43:10-03:00 jjfigueira@sapo.pt <p>As relações (desiguais) de poder entre mídia e política, que atravessam a história do jornalismo, representam uma das maiores preocupações e fragilidades das atuais sociedades democráticas. Confrontado com uma grave crise interna e perda de autoridade pública, o jornalismo disputa o espaço midiático com outros atores que não hesitam em apontar a mídia como uma adversária a abater. É o caso dos políticos populistas, que apostam na desintermediação da comunicação e evitam o escrutínio jornalístico. Paradoxalmente, o aumento de comunicação está longe de produzir melhor informação e contribuir para um clima de maior transparência. Com base em bibliografia de referência, discutimos os dilemas do jornalismo na era do populismo político-midiático, concluindo que a erosão da democracia está ligada à crise da mídia e que só o fortalecimento desta pode resolver a crise que ambos os campos vivem.</p> 2019-12-24T14:35:09-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/323 O ensino da reportagem na era da desinformação 2019-12-24T19:43:28-03:00 rpratier@casperlibero.edu.br <p>O objetivo deste artigo é discutir o lugar do ensino da reportagem no atual contexto de crise de credibilidade do jornalismo. Reconhecendo a emergência de fenômenos sociais como a hiperinformação, a desinformação e a infoxicação, defende-se a importância de problematizar o atual panorama midiático, propiciando a reflexão sobre as possibilidades de atuação do jornalismo profissional. Nesse sentido, consideram-se as contribuições de Martin Baron e Tom Rosenstiel para um olhar renovado sobre o ensino da reportagem. Entendida como técnica e gênero, a reportagem é apresentada aos educandos como alternativa fértil para a investigação aprofundada e humanizada, o debate plural e a garantia social da veracidade, diferenciando-se, assim, num ecossistema de informações pouco críveis.</p> 2019-12-24T14:27:15-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/324 Diálogo entre saberes 2020-01-06T13:00:06-03:00 ingrid.p.assis@hotmail.com jugobbibetti@gmail.com macellekhouri@gmail.com jferr@uol.com.br <p>Considerando que o diálogo entre os fazeres e conhecimentos jornalísticos e artísticos contribuem para a formação profissional do jornalista, tanto na construção de repertório intelectual quanto no desenvolvimento da criatividade e de habilidades técnicas, o objetivo deste artigo é compreender a inserção da arte nas matrizes curriculares dos cursos de Jornalismo, em especial, a partir do cenário de adequação dos projetos político-pedagógicos às novas Diretrizes Curriculares Nacionais. Para isto, busca analisar o oferecimento de disciplinas com foco em História da Arte, considerando a abordagem proposta e o referencial indicado nos planos de ensino disponibilizados nos Projetos Político-pedagógicos de cursos de instituições públicas e privadas de diferentes regiões do país.</p> 2019-12-24T14:25:33-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/359 A retenção em cursos de jornalismo do Reuni no Brasil 2019-12-24T19:44:03-03:00 ecajazeira@hotmail.com <p>Este artigo trata das questões gerais que envolvem a retenção de alunos na Educação Superior. O corpus da nossa pesquisa está voltado à análise da formação do egresso de cursos de Jornalismo em Instituições Federais de Ensino criados por meio do Programa Reuni, a exemplo do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Cariri, objeto de análise deste estudo. A metodologia desenvolve métodos e técnicas qualitativas e quantitativas para análise da formação dos egressos, em macrorregiões do interior do País. O objetivo desta pesquisa foi descrever o perfil dos estudantes retidos no curso de graduação em Jornalismo da UFCA. Para tanto, foram realizadas análises estatísticas que indicaram a existência de associação entre a situação do aluno ao final do curso e a retenção. Desse conjunto, foram considerados os níveis de intensidade para se descrever o perfil dos alunos retidos em cursos de Jornalismo do Reuni, mesmo que tenhamos observado, inicialmente, apenas um dos quinze cursos criados pelo Programa.</p> 2019-12-24T18:31:22-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/364 Cortella em corte epistemológico 2020-01-06T12:18:58-03:00 mzibordi@hotmail.com <p>Pretende-se evidenciar a filiação aos paradigmas cartesianos no quadro radiofônico “Academia CBN”, veiculado pela rádio CBN paulistana desde 2012 e apresentado pelo filósofo Mário Sérgio Cortella. Problematizamos sua postura de difusionismo científico com base nos programas de janeiro de 2019 a partir de parâmetros como tema, livros e autores citados. A base teórica epistemológica tem como referências principais Edgar Morin e Cremilda Medina. Concluímos que a proposta do “Academia CBN” de discutir filosofia pelo rádio não é dialógica, mas impositiva, esgotando-se na limitada transmissão de conteúdos.</p> 2020-01-06T12:18:56-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/327 #Jorconvergente: teoria e prática aplicada em tecnologia progressive web apps (pwa) 2020-01-06T12:46:37-03:00 rcpauli@gmail.com carlida.emerim@ufsc.br valzuculoto@hotmail.com <p>O artigo analisa a experiência de articulação de projetos de extensão e pesquisa num estudo aplicado sobre conteúdo jornalístico multiplataforma e convergente<a href="#_ftn1" name="_ftnref1"><sup>[1]</sup></a>. O exercício experimental recorreu a tecnologia <em>Progressive Web Apps</em> (PWA) que possibilitou a produção de conteúdos interativos em formato multiplataforma, com potencial de uso em sala de aula e na convergência midiática e, também, permitiu desenvolver um <em>App</em> para a cobertura das Eleições Gerais de 2018. Os primeiros resultados são analisados com estratégias metodológicas de estudo de caso, refletindo a tecnologia, a linguagem e a inovação em diversas mídias jornalísticas e educacionais, a partir do trabalho de alunos e professores no Curso de Graduação e Pós-graduação em Jornalismo da UFSC<a href="#_ftn2" name="_ftnref2"><sup>[2]</sup></a>.</p> <p>&nbsp;</p> <p><a href="#_ftnref1" name="_ftn1">[1]</a> Agrega Grupos de Pesquisa, estudos específicos e atividades de extensão das proponentes, Prof. Dra. Valci Regina Mousquer Zuculoto,&nbsp; Prof. Dra. Rita de Cássia Romeiro Paulino e Prof. Dra. Cárlida Emerim, visando a integração entre áreas da graduação do Departamento/Curso de Jornalismo e também com o Programa de Pós-Graduação em Jornalismo - PPGJOR.</p> <p><a href="#_ftnref2" name="_ftn2">[2]</a> Integram o presente projeto o Grupo de Investigação em Radio, Fonografia e Áudio (GIRAFA), o Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Telejornalismo (GIPTele) e os projetos de extensão do Laboratório de Suporte e Desenvolvimento de Produtos Jornalísti.cos (LabProJor), os projetos de extensão TJUFSC e&nbsp; “Rádio Ponto UFSC - Temporadas 2018 e 2019”.</p> 2019-12-24T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/360 O uso dos dispositivos digitais móveis na produção de uma reportagem especial em vídeo 2020-01-06T12:47:06-03:00 fabi.siq1@gmail.com lucasffcampos1996@gmail.com <p>O objetivo deste trabalho é apresentar o relato de experiência da aplicação praticada por meio do uso de dispositivos móveis no processo de produção de uma reportagem especial em vídeo. A atividade foi desenvolvida através das etapas de pré-produção, produção e pós-produção da reportagem especial “Elxs não cabem mais no armário”, realizada no Curso de Jornalismo da UFPB. O trabalho foi produzido e gravado por meio de um <em>smartphone</em>. Identificamos que as tecnologias móveis oferecem diferentes possibilidades para os jornalistas e facilitam a aproximação com as fontes, pois tornam-se menos invasivas do que uma câmera de vídeo profissional durante as gravações de temas de ordem pessoal.</p> 2019-12-24T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/351 Arquitetura curricular circular 2020-01-06T12:47:04-03:00 alesaulo96@hotmail.com ricardoalmeida@ricardoalmeida.adm.br pauloalbuka@gmail.com catarina_muniz@yahoo.com.br <p>O presente trabalho relata a experiência vivenciada no Curso de Graduação em Jornalismo do Centro Universitário UnirG, de Gurupi-Tocantins, que, frente à nova dinâmica imposta pelo mercado com os desafios de manutenção e de viabilidade do Curso, implantou a arquitetura curricular circular, cujo projeto pedagógico foge aos padrões convencionais, pois proporciona que acadêmicos ingressantes e veteranos cumpram as disciplinas desta arquitetura reunidos numa mesma sala de aula, possibilitando assim um aprendizado trans e interdisciplinar, por meio de práticas pedagógicas como a aprendizagem baseada em problemas e metodologias ativas. A proposta está baseada principalmente no pensamento de Edgar Morin, que se opõe à separação dos saberes diante de uma sociedade complexa.</p> 2019-12-24T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/320 Matriz curricular por competência 2020-01-06T12:47:10-03:00 suyanne.souza@pucpr.br <p>O presente relato de experiência apresenta os estudos realizados para a implantação da matriz curricular por competência desenvolvida pelo corpo docente do Curso de Jornalismo da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). A pesquisa qualitativa foi realizada por meio de visitas e grupos focais e envolveu estudantes, profissionais de mercado, gestores de instituições de ensino, professores e coordenadores de curso. O texto está dividido em apresentação do levantamento e descrição dos dados que embasaram a construção da nova matriz; e o passo a passo desta. Dos resultados, pode-se perceber a importância de uma matriz por competência na qualificação do jornalista e na certificação das competências para o desenvolvimento profissional em excelência e responsabilidade social.</p> <p>&nbsp;</p> 2019-12-24T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/362 Do projeto das DCNs a sua implantação 2020-01-06T12:47:33-03:00 professora.soraya@yahoo.com.br <p>Há dez anos foi publicada a primeira versão do documento norteador das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs), para a formação de bacharéis em Jornalismo, e não mais em Comunicação Social. Quase que simultaneamente, o STF anunciou o fim da exigência de diploma para o exercício profissional. Esses fatos aparentemente antagônicos impactaram a procura pelo curso, a identidade profissional e o perfil do jornalista brasileiro na segunda década do terceiro milênio. A partir da observação dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs), elaborados pelos futuros bacharéis em Jornalismo – e não mais em Comunicação Social, formados no campus Niterói da Universidade Estácio de Sá, entre 2014-2018, buscou-se identificar caminhos teóricos e percepções sobre a identidade profissional em transformação.</p> 2019-12-24T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/361 Empreender para empregar 2020-01-06T12:47:49-03:00 leandrocomas@hotmail.com joaopereira@unipampa.edu.br vhrhoden@gmail.com <p style="margin: 0cm; margin-bottom: .0001pt; text-align: justify;"><span style="font-size: 10.0pt; font-family: 'Gisha','sans-serif'; color: black;">Este artigo discute o ensino do empreendedorismo nos cursos de Comunicação So-cial – Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas – da Universidade Federal do Pampa (RS). Parte do pressuposto de que, diante dos reflexos da globalização e da crise da empregabilidade, as universidades, enquanto agentes de desenvolvimento regional, não podem ficar alheias a iniciativas que resultem na geração de emprego e renda. No decorrer do trabalho é feito um relato sobre as iniciativas de cada curso no sentido de fomentar uma cultura empreendedora e, por fim, apresenta os resultados até aqui alcançados por conta desse viés.</span></p> 2019-12-24T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/83 Um século de ensino jornalístico na Espanha 2020-01-06T12:47:56-03:00 sergiogadini@yahoo.com.br <p>O texto, em forma de resenha, apresenta o livro <em>Periodistas (in)formados - un siglo de enseñanza periodística en España: historia y tendências</em> (2017), da autoria de Pilar Sánchez-García. A obra é resultado parcial de uma pesquisa de doutoramento da autora, que retrata as principais transformações no ensino de jornalismo, incluindo os tempos da ditadura franquista (1939-1975), passa pelo Plano Bolonha (1999), que avança para unificação do sistema de ensino superior na Europa, aos dias atuais. Sanchez-García é professora da Universidad de Valladolid (UV), na Espanha, onde trabalha e participa do Grupo de Investigación Nuevas Tendências en Comunicación (Gir Nuteco).</p> 2019-12-24T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/356 Entrevista Eugênio Bucci 2020-01-06T12:48:03-03:00 elisabeteantonioli@hotmail.com <p>sem resumo</p> 2019-12-24T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://www.abejor.org.br/rebej/ojs/index.php/rebej/article/view/358 Expediente 2019-12-24T19:46:19-03:00 guilhermegdecarvalho@gmail.com <p><strong>EQUIPE EDITORIAL </strong></p> <p>EDITORA: Dra. Maria Elisabete Antonioli (Escola Superior de Propaganda e Marketing/ABEJ)</p> <p>EDITOR ADJUNTO: Dr. Marcelo Engel Bronosky (Universidade Estadual de Ponta Grossa/ABEJ)</p> <p>EDITOR GERENTE: Dr. Guilherme Carvalho (Centro Universitário Internacional Uninter/ABEJ)</p> <p>ASSISTENTE EDITORIAL: Ms Felipe Adam (Universidade Estadual de Ponta Grossa)</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>CONSELHO EDITORIAL </strong></p> <p>Dr. Gerson Luiz Martins (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul)</p> <p>Dr. Jorge Pedro Sousa (Universidade Fernando Pessoa, Portugal)</p> <p>Dr. Juliano Maurício de Carvalho (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho)</p> <p>Dra. Maria do Socorro Furtado Veloso (Universidade Federal do Rio Grande do Norte)</p> <p>Dr. Rogério Eduardo Rodrigues Bazi (Pontifícia Universidade Católica de Campinas)</p> <p>Dra. Sandra de Fátima Batista de Deus (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)</p> <p>Dr. Sérgio Luiz Gadini (Universidade Estadual de Ponta Grossa)</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>CONSELHO CONSULTIVO </strong></p> <p>Dr. Alfredo Eurico Vizeu Pereira Junior (Universidade Federal do Pernambuco)</p> <p>Dr. Allysson Viana Martins (Universidade Federal da Bahia)</p> <p>Dr. Alvaro Fraga Moreira Benevenuto Jr (Universidade de Caxias do Sul)</p> <p>Dra. Alzimar Rodrigues Ramalho (Universidade de Brasília)</p> <p>Dr. Carlos Felimer Del Valle (Universidad de La Frontera, Chile)</p> <p>Dra. Cristiane Henriques Costa (Universidade Federal do Rio de Janeiro)</p> <p>Dra. Cristina Schmidt (Universidade de Moisés das Cruzes)</p> <p>Dr. Eduardo Meditsch (Universidade Federal de Santa Catarina)</p> <p>Dr. Elias Machado (Universidade Federal de Santa Catarina)</p> <p>Dr. Emerson Urizzi Cervi (Universidade Federal do Paraná)</p> <p>Dr. Jean-Claude Soulages (Université Lumière Lyon 2, França)</p> <p>Dr. João Canavilhas (Universidade da Beira Interior, Portugal)</p> <p>Dr. João José Figueira (Universidade de Coimbra, Portugal)</p> <p>Dr. Joaquim Sucena Lannes (Universidade Federal de Viçosa)</p> <p>Dr. Jorge Arlan de Oliveira Pereira (Universidade Federal de Santa Maria)</p> <p>Dra. Karina Gomes Barbosa (Universidade Federal de Ouro Preto)</p> <p>Dra. Laura Seligman (Universidade do Vale do Itajaí)</p> <p>Dra. Lilian Saback de Sá Moraes (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro)</p> <p>Dr. Marcelo Marques Araújo (Universidade Federal de Uberlândia)</p> <p>Dr. Marcelo Träsel (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)</p> <p>Dra. Maria do Socorro Furtado Veloso (Universidade Federal do Rio Grande do Norte)</p> <p>Dra. Maria Inês Amarante (Universidade Federal da Integração Latino-Americana)</p> <p>Dra. Mirna Tonus (Universidade Federal de Uberlândia)</p> <p>Dr. Orlando Mauricio de Carvalho Berti (Universidade Estadual do Piauí)</p> <p>Dra. Patrícia Maurício (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro)</p> <p>Dr. Raúl Hernando Osorio Vargas (Universidad de Antioquia, Colômbia)</p> <p>Dra. Renata Marcelle Lara (Universidade Estadual de Maringá)</p> <p>Dra. Renata Rezende (Universidade Federal Fluminense)</p> <p>Dra. Zulmira Silva Nóbrega (Universidade Federal da Paraíba)</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>PARECERISTAS DESTA EDIÇÃO</strong></p> <p>Marina Magalhães Souza&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;</p> <p>Kevin Willian Kossar Furtado&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;</p> <p>Jorge Sousa</p> <p>Juarez Xavier&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;</p> <p>Marluce Zacariotti</p> <p>Francisco Porto Junior&nbsp;&nbsp;</p> <p>Paula Melani Rocha&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;</p> <p>Marcelo Bronosky</p> <p>Guilherme Carvalho&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;</p> <p>Rita Paulino</p> <p>Leandro Comassetto&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;</p> <p>Rafael Kondlatsch</p> <p>Ana Cristina Spannenberg</p> <p>Felipe Pontes</p> <p>Thiago Malkowski&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;</p> <p>Allysson Martins</p> <p>Rafael Schoenerr</p> <p>Cálita Fernanda de Paula Martins</p> <p>Patrícia Weber</p> <p>Gláucio Antônio Santos</p> <p>Muriel Amaral&nbsp;&nbsp;</p> <p>Gerson Martins</p> 2019-12-24T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement##